Tratado das páginas vazias

No vazio há uma chave,
Para a existência inerte
Quem cria,oprime
Quem é criado, esquece

Quem inova, envelhece
E o entusiasmo apodrece
Na sombra iníqua da criação revoltada 
Explicar é cansativo, quem solidifica o metafisico?

Não obstante súplico,
Deixe o ser, ser quem é
Mande o "ir" se achegar
Deixa a página vazia

A página da verdade absoluta,

Da realidade do viver,

Da obrigação de aceitar,

Nem nessas páginas,

O Criador quis anotar.

Comentários

Postar um comentário